Fazer Login | Cadastrar-se | Entre em Contato

COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba

Futebol: Razão x emoção

Fora Gionédis!


02/03/2015 14h28
Fernando Schumak Melo

Três meses desde que a nova diretoria assumiu e já podemos ver que ela será insuficiente para nos agradar. Como foi Vilson, e os que antes dele vieram. Isto, pois, a torcida é a mesma. Com os mesmos desejos, as mesmas reclamações e as mesmas demandas imediatas e urgentes que duram trinta anos. Aliás, pergunto aos mais experientes que eu, algum presidente deixou o clube sem desagradar alguém? É possível dizer que algum deles, inclusive o Chinês, tenha saído sem deixar alguém descontente?

O título de 85 “comemora” trinta anos e tão longe quanto aquela data estamos nós de uma nova efeméride nacional. As frustrações pelas perdas das duas finais de Copa do Brasil ainda doem na memória, mas, deveriam doer? Não se nós sempre estivéssemos disputando algo maior, mas, para quem sempre come ovo, deixar passar um prato de picanha é dose.

Já que faz trinta anos que não ganhamos “nada”, por que a pressa? Ontem o jogo foi horrível mesmo contra o Prude, mas, tínhamos Dudu, Bonfim, Claro, R. Lucas, Ivan, ou seja, grande parte do time era da base. E assim foi, por conta do planejamento de poupar alguns para a Copa do Brasil que se avizinha. O padrão de jogo foi mantido, em que pese não ter tido sucesso por conta das peças diferentes, mas, a diferença com o ano passado é gritante, uma vez que este ano, já em março, sabemos como o Coxa joga. Ademais, não era esse o planejamento? Usar a base? Sanear as contas e rever contratos como o da Protork? Tá certo que das promessas de repatriamento a única cumprida foi P. Ken, mas isso eu já sabia. Tá certo também que a contratação de Welington Paulista, diante da performance de R. Lucas é questionável, mas para mim ele vem jogando bem. E se R. Lucas não vingasse, todos diriam, “esse Rafael já teve sua chance e falhou...deveriam ter trazido o W.. Paulista”

Enfim, deixemos ao menos as coisas acontecerem antes de reclamarmos delas. Vivemos dizendo que paranaense não vale nada, que é para fazer testes, que queremos coisas maiores, mas se não ganha... chove pedra.

É redundante dizer isso numa coluna que assino, mas, essa é apenas a minha opinião. Não é a verdade, não é o certo, nem tampouco espero que concordem. Aliás, estamos aqui é pra divergir.

12 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

AtleTiba F.C.


20/02/2015 09h52
Fernando Schumak Melo

Foi preciso mais de 90 anos de existência conjunta para um evento como o de ontem ocorrer. Estou feliz e esperançoso com a união dos dois únicos clubes de jaez deste Estado. Somos nós Atlético e Coritiba que mantemos o nome do Paraná no mapa. Nossas duas instituições e torcidas respeitadas e reconhecidas nacional e mundialmente. Demorou 90 anos para perceberem que rivalidade não é briga e que dependemos um do outro pra crescer. Nem a ideia da arena atletiba me causa ojeriza. Inter e Milan não fazem isso? Mas isso tem de ser pensado duma maneira que não implique no coxa vender o Couto muito menos custear a dívida alheia.

Obviamente que a manifestação dos dois presidentes tem interesses comerciais e políticos. Sobre a política, torço para que gomide ganhe as eleições. Mas se não ganhar espero que o coxa adote a ideia do co-irmão. Que legal seria ver o coxa expor sua marca na Europa, e os meninos aqui lutando pelo paranaense. A ideia é excelente por que não copiar? Se a Pepsi soubesse fazer Coca será que continuaria a vender Pepsi? Colocar os juniores no paranaense,além de preservar os eventuais talentos guindados ao time principal colocando-os longe do olhar dos endinheirados clubes, ainda colocaria os guris diante desses mesmos olhares, e, diante da mixórdia que anda nosso futebol, muitas seriam as ofertas mesmo por aqueles meninos que não fossem tão bons jogadores. Enfim, se somos co-irmãos, hora de vivermos como tal. Sendo rivais como irmãos, mas protegendo um ao outro e crescendo juntos como irmãos.

Agora, eu queria ver a cara dos animais violentos travestidos de torcedores ao ver seus presidentes apertando mãos e trocando cordialidade.
E agora idiota, cozido, marginal, o que você vai fazer? Vai continuar brigando feito um otário? Você verde e branco ou rubro negro imbecil, o que vai fazer? Saia da tua caverna de ignorância e venha pro estádio aprender a ser gente. Quem sabe até você aprenda a gostar de futebol. Acorde! Acorde como nossas diretorias parecem ter acordado.

52 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

A 10 é de Ken.


09/02/2015 11h52
Fernando Schumak Melo

Poderia eu aqui criticar Pedro Ken, mas não vou. Para mim ele vem bem, e a lembrança de seus bons jogos na sua origem no coxa não me permite criticá-lo. Não vou criticá-lo também porque dar a camisa de numero 10 e a missão de criar o jogo a um jogador como ele é reflexo emblemático do que ocorre no futebol brasileiro. Tão emblemático quanto o PSG que já teve Raí e Ronaldinho, jogar contra o Lyon sem nenhum atacante ou meia brasileiro e ter sua zaga inteira formada por tupiniquins.
Tão emblemático quanto o fato de Dunga ser a resposta aos 7x1, e quanto não haver nenhum treinador do Brasil, antes escola de futebol, dando “aula” na Europa.
Este é nosso atual futebol, qualquer volante ou segundo volante é camisa 10. A culpa é de Ken? Não. Ele, pasmem os senhores, é a solução.

JOGO
Carlinhos e Rafhael Lucas foram os melhores da vitória Coxa sobre o operário. E que nem se reclame do buraco que Carlinhos deixa, tratem sim é de corrigir a cobertura. Digo isso, pois, ele é muito melhor no apoio que na contenção, se tirarem-lhe esta função, não há motivos para mantê-lo em campo.
Alguns erros do ano passado ainda se repetem, como o medo de ter a bola, a imprecisão dos passes, a falta de movimentação, e as tentativas frustradas de ligação direta. Tudo isso a ser corrigido por Marquinhos. As vitórias criam um ambiente mais favorável e tranquilo, dando ao treinador mais lastro, menos pressão e aumenta a confiança dos jogadores em seus potenciais.

PARANÁ
Queria eu dizer que solidarizo-me à tristeza paranista. O que me causa espécie é que até há alguns dias o ano parecia ter começado bem para o Paraná, mas bastou uma derrota clássica para tudo vir a tona. Desde 2007 a estória é sempre a mesma, daqui há pouco, infelizmente, só isso restará do Paraná, a história.

15 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

Aos xaropes e amendoins


27/01/2015 09h55
Fernando Schumak Melo

Ué, vocês não queriam mudança?? A mudança está aí! Corte de gastos, dispensas, apostas em promessas e é isso. Eu não votei no pessoal do Pedroso mas confesso que estou feliz com o que está sendo feito até agora.
Aí me deparo com resenhas e opiniões de coxas e de entendidos em futebol falando em desmanche... Sério, desmanche? Só se desmancha o que existia, e o time do Coxa não existia. Um amontoado de gente perdida dentro de campo, que perdeu o PR, eliminou-se da Copa do Brasil e penou pra não cair era o que existia!

Ninguém nem jogou sério ainda, os caras nem perderam a gordura adquirida das festas de fim de ano e já tem gente crucificando o ataque, ridicularizando a zaga e se apavorando pela quantidade de volantes.
Que este time vai disputar títulos nacionais é difícil acreditar, mas é mais difícil ainda que consiga ser pior do que o de 2014.
O que vocês querem? Borges? Dagoberto? A volta de Rafinha e Davi? Por que não trazer o Balotelli que não se acerta no Liverpool? Façam-me o favor, como conciliar isso com o que diz nosso presidente? Vejam o vídeo do link abaixo, quem ainda não viu!

http://globotv.globo.com/sportv/premiere-clubes/v/nacao-coxa-branca-o-presidente-rogerio-portugal-manda-recado-para-torcida/3901954/

Me perdoem, mas como é possível qualquer presidente que seja tentar montar um planejamento a longo prazo se alguns já estão reclamando de tudo sem ter acontecido nada? Não dou um mês pra estarem gritando “Volta Vilson!” ou quem sabe até, “Volta Lincoln!”

CAIXA DE PANDORA

Foi veiculada a notícia de que a CEF cortará o patrocínio dos clubes de futebol. Em minha opinião tal patrocínio jamais deveria ter sido concretizado. Ou vocês conseguem entender e admitir que o governo credor, que trabalha com nossa grana, além de perdoar impostos de um lado, de outro ainda conceda patrocínios?
Times de futebol são empresas e devem funcionar ou falir às suas próprias custas ou de patrocínios privados. Se for pra eu não patrocinar o Corinthians, pode cortar o patrocínio do Coxa já Caixa!

99 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

VELOCIDADE


20/01/2015 13h34
Fernando Schumak Melo

Van der Lei. Leandro Almeida, Luccas Claro e Welinton; Norberto, Rosinei, João Paulo, Pedro Ken, Dudu e Carlinhos; Mazinho. Se o Coxa de 2014 se caracterizava pela cadência proporcionada pelo estilo refinado de Alex, e pelo menos talentoso, porém também cadenciado Robinho, o time de 2015 deverá caracterizar-se pela velocidade e movimentação.
As contratações e dispensas fazem-me esperançoso. A zaga é coesa e entrosada, e o meio campo, com cinco homens de relativa habilidade, porém velozes e com bom passe, será o motor da equipe à abastecer o(s) atacantes. O San Lorenzo, campeão da América em 2014, o Southampton, que está em terceiro na tabela, tirando o lugar que deveria ser dos bilionários da premier league, o Wolfsburg em segundo lugar na bundesliga, atrás apenas do intransponível, Bayern, são exemplos de que um time pode ir bem sem um grande craque, sem medalhões, mas com jogadores bons, voluntariosos e nas posições certas.
Ademais, a realidade financeira do Coxa não permite que seja de outra forma: salário justo, pago em dia, pés no chão e trabalho duro. E verdade seja dita, no futebol brasileiro hoje jogando, noventa por cento são tiriças, e o resto tem alguma qualidade. Não admito que chamemos Ricardo Goulart, Tardelli, ou Paolo Guerreiro, pra me ater aos mais caros e badalados, de craques.

CALOTE FUTEBOLÍSTICO E A EVOLUÇÃO NATURAL

O “Novo Código Civil” demorou quase quarenta anos para tramitar no congresso, e este quis empurrar goela abaixo dos contribuintes, a toque de caixa, uma medida provisória para tornar legal o calote dos clubes. O governo, este mesmo que está atolado até o escalpo nas fezes da corrupção, vetou o artigo correspondente à medida inescrupulosa.
O que precisa ser aprovado é a lei de responsabilidade fiscal dos clubes. Esta sim, que já tramita no congresso há meses, corresponde aos interesses da nação de chuteiras. Fair play financeiro, punições competitivas para falhas tributárias e trabalhistas, enfim, é este o texto da mudança que o futebol precisa. De toda forma estamos num processo de transição. O conceito de clube empresa, a necessidade de sócios contribuintes, bem como de estádios mais seguros e confortáveis, que há pouco tempo eram sonhos distantes, hoje são realidade. Aos poucos, os clubes estão se adequando à sua realidade financeira, e, logo, logo, atletas e treinadores que não valem nem um quarto do que pedem, serão excluídos do mercado pela lei da oferta e da procura.
Mais por desejo, mas também por constatação, a década 2010 a 2020 será lembrada como a de aperfeiçoamento do futebol brasileiro. Quem sabe em 2021, 2022, extirpadas todas as pragas que assolam o gramado, possamos colher os frutos dessas pequenas sementes que plantamos hoje, e que nossos filhos tenham um futebol mais bonito de se ver dentro e fora dele.

12 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

Coxa até os dentes!


08/01/2015 14h27
Fernando Schumak Melo

 / Foto: Fernando Schumak Melo


Começarei o ano contando-lhes algo legal. Estava eu colocando aparelho nos dentes, o que já deveria ter feito há anos, mas antes tarde do que nunca, e me apresentaram várias cores de presilhas que suportam o arco.
Indaguei a simpática moça que me atendia: tem verde e branco? Ela respondeu: "Sim, você é Coxa?" E eu: Até os dentes!
Em seguida o Dr. entrou na sala, e coxa branca que é ficou feliz em ver as cores que eu havia escolhido e comentou... “você sabia que a filha do craque Alex trata aqui conosco?”

Eu nada respondi pois estava de boca aberta cheia de tubos, metais e etc., mas fiquei feliz. Porém jamais imaginaria que quando saísse do consultório, na sala de espera encontraria o próprio craque Alex. Primeiramente, como bom curitibano, apenas cumprimentei-o como se ele fosse um qualquer e segui até a recepção... lá fiz o que tinha de ser feito e, após tomar um pouco mais de coragem, voltei à sala de espera e tirei a foto abaixo.
O Alex deve ter pensado, “pqp... nem no dentista eu tenho paz”, mas com sua tradicional simpatia curitibana, desejou-me feliz ano novo, posou comigo para as fotos e nos despedimos.
Enfim, comecei o ano com o siso direito!

Sobre o Coxa, notícias boas tem sido veiculadas. Helder e Pedro Ken podem formar uma bela dupla de volantes para 2015. Rosinei também é uma boa manutenção. Espero que mantenhamos Robinho, assim como a zaga central. Faltam ainda atacantes e um meia, vejamos quem da base subirá para honrar o manto sagrado.

Já com saudades do Couto Pereira e daquela atmosfera festeira, desejo-lhes mais uma vez um feliz ano novo e tudo o mais contido na ladainha costumeira.

Abraço!

 / Foto: Fernando Schumak Melo

10 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

Carta ao Papai Noel


24/12/2014 18h36
Fernando Schumak Melo

Querido Papai Noel.

Meu nome é Davi, e decidi escrever pro senhor depois de conhece-lo ontem no shopping.
Eu não tenho muito a pedir, pois, tenho uma família amorosa, pais que me amam, saúde, enfim...
Tenho muito mais a agradecer, mesmo assim, me atrevo a pedir ao senhor uma estrela.
Sabe o que é, todo ano o senhor me dá uma camisa, às vezes branca com verdes listras na horizontal, às vezes toda preta, às vezes listrada vertical em verde e branco, mas sempre com uma estrela só.
Não quero parecer chato papai noel, mas ano que vem, poderia me dar uma com duas? Por favor não me entenda mal, mas parece que falta alguma coisa, além disso, tenho vários amigos com camisas com várias estrelas e na escola me enchem o saco...

Já pedi pro meu pai e ele me explicou que não basta simplesmente bordar essa estrela, que há trinta anos essa foi bordada, e depois disso muitos já fizeram essa camisa, muitos já vestiram e ninguém conseguiu por mais uma...
Sei que tem gente que precisa muito mais do senhor, e que o que peço é besteira perto da necessidade de muita gente, mas... se tiver uma estrela dourada perdida no seu saco de presentes, por favor, ponha na minha camisa ano que vem!

Obrigado por ler minha carta, desejo ao senhor e a todo mundo um felicíssimo natal e um excelente ano novo!

11 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

Valeu Vilson!


15/12/2014 10h10
Fernando Schumak Melo

Queria agradecer ao Vilson, pois, desde que sou Coxa consciente, foi o presidente que mais perto me fez chegar de um título nacional. Obrigado pelas finais de Copa do Brasil, é o que dessa gestão encerrada mais me lembrarei.

Agradeço ainda porque ele poderia muito bem ter tentado comprar com agrados e presentes todos os que sábado venceram a eleição. Não o fez. Ele poderia, no auge de sua gestão, ter feito como faz o chavista rubro negro e alongar seu mandato indefinidamente, não o fez. Ele poderia, com uma simples canetada no estatuto, ter aumentado o mandato e ser aclamado imperador eterno Coxa, não fez.

O que fez foi comandar o processo mais democrático da história do futebol paranaense. A chapa de oposição com muito mais vigor e disposição, muito melhor representada e apoiada por figuras públicas e notórias, amadas pelo verdão venceu nas urnas. E se não teve o meu voto, tem meu total apoio, minha reza e minha torcida para que façam o que de melhor puderem.

Decidida uma certeza, surgem tantas outras dúvidas: mesmo sem ser presidente de nenhum clube, poderá Vilson continuar à frente dos clubes que exigem a nova Lei de Responsabilidade Fiscal do esporte? Será que tal cargo passará de pronto ao Bacellar?

Enfim. Essa é a menor das questões. Quem será o treinador? Quem serão os jogadores novos? Com quem renovaremos? Esperamos uma presidência forte, que comande, e que não suma na sombra do seu G5, pois, como disse meu amigo Heitor, um filho com muitos pais morre de fome.

Parabéns aos eleitores coxas que deram uma aula de civilidade, urbanidade e civismo a todo Paraná no sábado.
Parabéns aos vencedores! Sorte, saúde! Sucesso.

107 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

Continuidade.


11/12/2014 08h52
Fernando Schumak Melo

Acredito que a democracia é o principal problema dos clubes de futebol. Digo isso porque a democracia que deve imperar é a dos números, ativo – passivo = planejamento.
Digo isso também porque a democracia praticada dentro dos clubes é a pior possível. É aquela da república velha, do clientelismo, coronelismo, dos favores aos padrinhos (conselheiros) e etc.

Sou a favor da votação e da eleição pelos sócios, claro, mas não porque acredito no mito da democracia, simplesmente porque nós somos os acionistas da empresa Coritiba, e temos o direito de votar. É para nós, que financiamos o Coxa e que compramos seus produtos que a diretoria deve prestar contas. O presidente é um gestor, não tem que fazer promessas, tem que ter metas, planos, ponto final. Se for eleito o Vilson, o discurso será o mesmo que temos ouvido desde 2009. Se a outra chapa se eleger, será o também batido discurso da “herança maldita”. Toda essa briga para daqui três anos os hoje opositores estarem juntos de novo na chapa “Coritiba, um só coração!”

Por mim, sinceramente, se aparecesse um sheik árabe endinheirado, ou um milionário do petróleo que quisesse comprar as minha “ações” do Coxa, eu vendia. Desde que ele me prometesse transformar-nos no Manchester City ou Chelsea do sul do mundo e não mudar nosso nome e nossas cores, claro.

Como isso infelizmente não ocorrerá, pelo menos não em 2014, opto pela continuidade por dois motivos. Primeiro porque penso que a continuidade do treinador, do time, dos jogadores, e do presidente é uma coisa boa para um clube de futebol. Segundo porque tem muita coisa ruim que foi feita, muito pepino que não acho justo jogar no colo da oposição. Um exemplo é o adiantamento da cota de TV de 2015.

Uma crítica que faço a cada uma das chapas: A chapa da situação não admite alguns equívocos claros e latentes à torcida Coxa branca, supervalorizando as conquistas. A chapa da oposição, por sua vez, coloca como um dos defeitos da situação o isolamento da presidência, o que é no mínimo curioso já que foram pessoas da própria oposição que deliberadamente saíram de seus cargos e isolaram a presidência.

Seria melhor que ambas as chapas, ao invés de apontar falhas ou fazer promessas apresentassem a seguinte simples realidade: “nosso orçamento é de tanto, e nós conseguiremos, nesse prazo e com esse caixa, fazer somente isso.” Quem fizesse isso tinha meu voto, independentemente de quem fosse.

Não existem santos nem demônios, apenas homens com suas ambições, qualidades e seus defeitos. Escolha qual você prefere dentre os falíveis.

http://www.coxamaior.com.br/ x http://coritibanosconstruimos.com.br/

16 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

Caro Alex,


05/12/2014 11h30
Fernando Schumak Melo

A história do Coxa é repleta de ídolos e heróis, mas assim, de bate pronto, os que me vem a mente são você e o Pachequinho. Frequento o Couto desde quando minha memória consegue lembrar que eu existo, e vocês dois são os responsáveis pelas minhas melhores lembranças.

Você deixou o clube e eu pude vê-lo desfilar seu talento em outros tantos clubes e na seleção, sempre orgulhando-me pelo fato de você orgulhar-se de ser curitibano e coxa declarado.
Infelizmente não poderei comparecer à sua festa de despedida domingo, mas queria lhe agradecer publicamente por ter me dado o prazer de vê-lo jogar mais um pouco em nossa terra e com nossas cores.

Do seu futebol, além das faltas e passes precisos, levo a lição de como uma jogada pode ser clareada, de como é simples o futebol, e de como é difícil colocar na cabeça de tantos que a beleza do futebol está justamente na simplicidade. Que simplicidade não é facilidade. A jogada se torna simples nos pés de quem consegue antevê-la, de quem tem claro no presente o ponto futuro, de quem consegue inclusive prever os movimentos do adversário.

Perdoe-nos por não termos lhe dado um time à altura do seu futebol. Tens capacidade para ser doravante o que quiser, político, empresário, comentarista, presidente do Coxa. Mas queria mesmo é que você fosse nosso técnico num futuro próximo. Com um time decente e sua inteligência e visão ali do banco de reservas, o céu seria o limite.

Obrigado mais uma vez e que Deus lhe abençoe como sempre e para sempre.
Abraço!

10 Comentários. Comente sobre esse post.

Ou entre em contato com este blog através do e-mail futebolrazaoxemocao@blog.coxanautas.com.br.

Mostrando de 1 a 10. Mostrar posts por página.

Página anterior | Página 1 | Próxima página

COXAnautas

1996-2015 © COXAnautas - Portal da torcida do Coritiba - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Race Internet